PPGCS

Sexta, 09 22nd

Last updateQui, 24 Ago 2017 1pm

André Luiz Sena Guimarães

O câncer de boca é um termo genérico para várias doenças neoplásicas malignas que acometem a boca. Neste texto abordaremos somente o Carcinoma de células escamosas que é o mais comum de todos os carcinomas localizados nessa região anatômica. Atualmente vários estudos vêm enfocando identificar marcadores genéticos em pacientes que apresentam câncer em boca que apresentam um comportamento clínico mais agressivo.

O estudo genético visa identificar variações do genoma humano e comprar com características das doenças. Neste sentido, nosso grupo de pesquisadores do PPGCS identificou em amostras de pacientes oriundos do norte do Estado de Minas Gerais uma variante polimórfica do gene HIF que está associado com a ocorrência de metástases (disseminação das células cancerosas). O gene HIF esta associado com a formação de vasos sanguíneos que seriam responsáveis pelo crescimento do câncer. Sendo assim os indivíduos com a doença que geneticamente têm mais tendência a ter o gene HIF mais ativo sinteticamente parecem desenvolver metástases locais mais rápido que os demais. Apesar deste achado ser muito interessante deve ser realizado um estudo semelhante em nível mundial e com o número alto de pacientes para validar o teste.

Os professores deste grupo agora estão focando em proteínas que estão associadas a angiogênese tumoral (formação de novos vasos sanguíneos que desenvolvem na periferia dos tumores) para tentar descobrir novos possíveis agentes terapêuticos moleculares para o câncer bucal. Estes agentes podem ser produtos naturais isolados ou até mesmo sintetizados como os microRNAs. Essas biomoléculas podem impedir a formação de uma proteína e conseqüentemente a ação da mesma. Porém, fazer com que o microRNA terapêutico atue somente nas células cancerosas ainda se encontra em um caminho com inúmeros pontos a serem esclarecidos. Após recursos oriundos da FAPEMIG, CNPq e FINEP, o PPGCS construiu uma estrutura de laboratórios de nível muito bom. Além disso, um projeto de ampliação de laboratórios no valor de R$ 1.600.000,00 já esta em execução.

O grande ponto positivo da ciência e tecnologia no Brasil é que se presta conta dos investimentos com produtos. Entre 2007 e 2010 o PPGCS produziu 218 artigos científicos e já formou 60 mestres, considerando tanto seu curso acadêmico, quanto profissional. Os professores do PPGCS acreditam que nos próximos 10 anos a UNIMONTES já poderá apresentar resultados que não eram sonhados a 5 anos atrás, inclusive aqueles voltados para a terapêutica de tumores. O Dr. André Luiz Sena Guimarães é professor, pesquisador e atualmente também é o coordenador do Laboratório de Pesquisa em Saúde do Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde/Unimontes.   Para maiores informações, acesse o periódico Capes e consulte o artigo na íntegra:

FragaCA et al. A high HIF-1 expression genotype is associated with poor prognosis of upper aerodigestive tract carcinoma patients.Oral Oncol. 2011 Sep 24. [Epub ahead of print].

Você está aqui: Home Apresentação Divulgação Cientifica Apresentação Divulgação Cientifica André Luiz Sena Guimarães